COMENTÁRIOS DE AUTORES E LEITORES COSTELAS FELINAS - LIVROS E REVISTAS ARTESANAIS

cacbvv@gmail.com e saiba como enviar sua obra


Deixamos aqui os comentários, de leitores e autores da Costelas Felinas e da revista poética Cabeça Ativa (livros e revistas artesanais), que recebemos através de cartas, mensagens deixadas no FACE ou enviadas para nosso e-mail.

É uma festa receber a revista Cabeça Ativa! - Cláudio Feldman

"Amor Mofado" de Cláudia Brino tem nos textos (não importa o gênero) um tom evocativo e lírico. E também irônico.

Maria "Na Areia da Praia" tocou-me muito Pedro e Maria. Dois destinos. Como a vida da gente. O final tem um certa ironia, ou "brincadeira", não é u sarcasmo, não é agressivo. E não deixa de ser tocante.
"Coisa Boa" contém um belo erotismo - (...) "mas neste toque existe somente a silhueta dos bons tempos que tivemos".
A passagem do tempo, os sentimentos que não voltam, e a vida indo...
Os finais (das estórias) são surpreendentes, mesclam ironia e lirismo - como tentei dizer acima.
Têm, além do tom evocativo, um caráter realista.

Sim, no final: "O amor tem formas estranhas de magoar". - Emanuel Medeiros Vieira

Recebi revista Cabeça Ativa Festas. Sempre o bom gosto da dupla pairando sobre tudo e dividindo o mundo - Irineu Volpato

Agradecimento imenso a Cláudia Brino e Vieira Vivo (Costelas Felinas), pelo carinho e pelo profissionalismo exemplar com que conduzem a impressão dos livros que lhes confiamos. - Carlos Gama

Eu tenho a sorte de ter adquirido o livro da Márcia Brabo, "A MEDIC' ENSINA, SÓ DEUS CURA  Sensibilidade extrema e poemas primorosos. O poema acerca das rugas: ela fala dos anos, ela cita os panos (a pele, os anos); diz sobre a efemeridade... em um passar de meses! E por fim, os planos. E a carência do plano? Ela, doutora e poetisa indaga ao final...- Cris Dakinis 

Recebi MILHONETOS, devidamente autografado e de uma apresentação soberba, das edições Costelas Felinas, do poeta Vieira Vivo. Uma espécie de variação do soneto petraquiano, rimado, porém sem a consagrada "metrificação", porque isso seria impossível, já que é uma inovação de feitura dificílima. Bem esclarecido no magnifico prefácio de Anderson Braga Horta - Humberto Del Maestro "Boletim Literatura e Arte n.º 1933/2017


MILHONETOS é uma pérola da literatura gerada e parida da alma singular, romântica e fulgente de Vieira Vivo.  - João Alberto de Faria e Araújo 


Revista Cabeça Ativa em festa, é sinal de muita troca poética. Essa partilha, em dose homeopática, faz bem pro corpo e areja a alma.  O corpo cansa, diante do rito avassalador. Mas, oxalá, o corpo também plaina nas ondas literárias dessa bela e provocante revista. - Dinovaldo Gilioli

PARABÉNS PELO CERTIFICADO CONCEDIDO PELA IWA! Que vitória! Fruto do merecimento e do imenso e compensador trabalho! - Emanuel Medeiros Vieira


Fiquei maravilhado com o trabalho feito no livro INFAME, me impressionou mais do que o esperado - J. Rodrigues Pio


Estimados Cláudia Brino Y Vieira Vivo: és sorprendente y fuera de serie el trabajo editorial artesanal que realizais, se requiere de una vocación de verdadeo amor a la poesía para levar adelante esta gesta maravillosa. - Humberto Napoleon Varela Robalino


Grato pela remessa da raridade bibliográfica Milhonetos! Fiquei muito feliz de estar entre os 25 felizardos desta primeiríssima edição especial, feita com todo o cuidado gráfico e com a inspirada colaboração da Cláudia Brino. Parabéns!!!!!!!!!!!! - Iacyr Anderson Freitas


O livro Amor Mofado de Cláudia Brino, que coisa linda (triste, mas lindo, melancólico, nostálgico, poesia intensa, pura), identifiquei-me bastante. Tentei escrever um trecho de que mais gostei, desisti, pois adorei demais esse livro".  Hilda Curcio

Divirto-me, aprendo e revejo os colegas, enquanto navego na Cabeça Ativa. Sou fã apaixonado da revista. Dartagnan Holanda 

Sei ver o Brasil de hoje e os parabenizo pelo esforço de vocês em editar, principal-mente na escolha dos poetas, tanto os contemporâneos quanto os clássicos e renomados. - Olga Savary


Este hermoso libro, antologia Aicla, trabajado artesanalmente es una verdadera joya, tanto su corporeidad que recuerda a los papiros, los manuscritos, los códices perdurables; así como conservar el pensamiento de autores que nos han dejado testimonios de vida" - Humberto Napoleon Varela Robalino

Gargalhada na Catedral de Aristides Theodoro (Ed. Costelas Felinas, 2012) - Em versos, o autor discorre sobre José Alcides Pinto, Tolstoi, blues e cita Nietzsche, Adélia Prado, Zumbi dos Pal-mares. Ademir Medici - no jornal Diário do Grande ABC



Encaixe está me divertindo bastante, adorei tudo o que li até agora. Primeiro, selecionei e marquei o que é de Cláudia Brino e o que é de Vieira Vivo, depois, leio o poema, quando percebo o verso encaixado, saio à cata do poema do qual ele foi retirado, aí marco as respectivas páginas pra uma futura leitura. Está bem gostoso. -Hilda Curcio



A Cabeça Ativa - n.º31 (tema Beijos), filha abençoada da editora Costelas Felinas, chegou às minhas mãos "pocando a boca do balão", como se diz na minha terra; com tantos beijos que me causaram frenesi. O bom é que também estou presente, na pág. 16, com uma redondilha. Sublime o soneto de Bilac. Humberto Del Maestro - ** Publicado no Literatura & Arte n.º 1869/2015 



A galera que compra o PALAVRAS FLUTUAM fica impressionada e admirada com tanta qualidade mesmo na forma artesanal, parabéns mais uma vez pelo trabalho de formiguinha e de muito empenho. - autor Marcelo Ignácio



Obrigado pela Cabeça Ativa 32. Recebê-la é sempre uma alegria. Esse trabalho de vocês é semeadura das boas. - Alcides Buss



Objetos D'Versos de Cláudia Brino e Vieira Vivo, é um livro delicioso, uma viagem pela nossa própria casa, além de ser um convite a poetar juntos. Vivian de Moraes


Neste momento é necessário persignar-me ao receber um alternativo literário de primeira grandeza. Cabeça Ativa, tema Deus. Acredito que poucas publicações alcancem tal patamar - Humberto Del Maestro em Literatura & Arte n.º1820

Recebi a Cabeça Ativa e acho duma tenacidade ímpar esse trabalh. Irineu Volpato 

Adorei ter recebido esta carta de amor. - Referente à Cabeça Ativa, tema amor - Marcos Araújo


HUMOR CEGO,  li de cabo a rabo e dei boas gargalhadas, por se tratar de um humor bastante inteligente. Nada de grotesco, embora entrando em "campos perigosos". Humberto Del Maestro em Literatura & Arte n.º1669

Cláudia Brino me surpreendeu no seu Mosaico da Insônia. O eu-lírico faz jogo lúdico de palavras concretas da vida humana com pensamentos e devaneios repletos de metáforas abstratas. - Gelza Reis Cristo

Li Objetos d' Versos, é um livro que presta tributo à natureza, mas não à natureza orgânica, como a princípio possa parecer. o mundo dele, é a natureza inorgânica, ou seja, a natureza dos objetos. Trata-se de um livro que cumpre o papel de mexer com o cérebro dos leitores. Os autores mergulham no universo do cotidiano que os cerca, fazendo do livro um porta-voz das coisas simples; uma espécie de caixa de ressonância que repercute a poesia.  Silvério da Costa no jornal SulBrasil (fragmento)

O livro Vozes de Cláudia Brino é forte e envolto em reflexões e até religiosidade. Cada um dos pronomes pessoais tem voz e vez nesse livro, intitulando cada capítulo e promovendo um diálogo que parte do singular para o plural. Os poemas são agrupados seguindo a ordem dos pronomes pessoais do caso reto, que iniciam cada texto que é cheio de singularidade como uma lágrima ou uma oração. Charlene França

O trabalho da Cabeça Ativa ou Artesanal Livros é muito caprichoso é feito com a textura do amor aos livros e literatura, quando encomendamos livros com a Cláudia Brino e Viera Vivo realizamos um parto, pacto e casamento com as letras e de amizade. -  Marcelo Ignácio

Cabeça Ativa é mais uma publicação de primeira ordem. É difícil ver-se tanta organização. Sinto-me honrado em participar de tão seletas páginas no tema Tempestade -  Humberto Del Maestro - no Boletim Literatura & Arte n.º 1880

Gostaria de agradecer o envio dos exemplares do livro Baseado na Estrada - 50 anos do movimento hippie. Fiquei extremamente feliz com o capricho da edição e o carinho com os textos e, também, com o envio de um exemplar da revista Cabeça Ativa. - Nelson Rocha Neto

O livro Pérola Verde (ed. costelas felinas) é um trabalho primoroso, muito agradecida pelo presente de assinatura da revista  -  Regina Coeli Nunes

VOZES de Cláudia Brino,  é de um vigor lírico estonteante, um soco na hipocrisia humana. Poesia que provoca o pensar, estimula o escutar, e nos convida à plena vida. VOZES, ao mesmo tempo em que emudece, aquece o coração da gente! Objetos D'versos de Cláudia Brino e Vieira Vivo, mais que um "brinde" aos novos assinantes da revista Cabeça Ativa, celebra a criatividade e o que de bom ainda pode produzir a espécie humana. -  Dinovaldo Gillioli

Acumuladores Compulsivos" (de objetos) é um programa interessante que assisto na TV. Pois foi isso que Cláudia Brino e Vieira Vivo fizeram na edição 35 da Cabeça Ativa. E só Deus sabe por quais caminhos andaram para tornar possível este extraordinário trabalho, que consta de 68 ou mais poetas escolhidos, com seus "artefatos" poéticos bem delineados e agradáveis. - Humberto Del Maestro - Boletim Literatura & Arte  n. 1915

É o trabalho de formiguinha aparecendo e sendo reconhecido.
É Davi, vencendo Golias, o trabalho de vocês é muito importante do blog Movimento Ativista e de ser pioneira em revistas temáticas(Cabeça Ativa) em editar sonhos(Costelas Felinas) - Marcelo Ignácio.

Cláudia e Vieira: O trabalho de vocês merece divulgação, pela qualidade, persistência e sensível escolha dos editados... - Cláudio Feldman

Caros Cláudia e Vieira, o trabalho de vocês já nasceu vitorioso, porque ele parte do princípio do Amor e da Solidariedade e, principalmente, porque aposta na Poesia, num mundo tão duro e cruel como o que vivemos. Essas brechas que encontraram para a publicação de livros indica, igualmente, a sabedoria da palavra liberdade, que está incluída no trabalho, que foge dos padrões estabelecidos e programados. Orgulho-me de pertencer ao mundo das Costelas Felinas. - Tanussi Cardoso

Cláudia, Vieira e a Costelas Felinas são um marco na literatura brasileira atual.
O trabalho que desenvolvem é sensacional e, hoje, não me vejo escrevendo sem pensar na Costelas Felinas. - Luis Antonio Martins Mendes.

Tenho enorme carinho pelo Vivo e pela Cláudia Brino, pelo esforço e determinação com que levam seus projetos, entre eles a Ed. Costelas Felinas, que com seu catálogo  demonstra que a literatura está viva, em combate, e disposta a continuar a encantar e cantar esta Terra.  - Roberto Massoni

Comentários